Boletim Cultural – 28 de janeiro de 2014

By | January 28, 2014

API – Associação Paranaense de Imprensa
em conjunto com
CEB – Centro de Estudos Brasileiros do Paraná 

BOLETIM CULTURAL DA API
Em 28 de Janeiro de 2014

REUNIÃO NA SEXTA

A Associação Paranaense de Imprensa está convidando seus membros para a reunião de sexta, dia 31, para finalização dos preparativos para a realização da AGE para eleição dos órgãos diretivos; além de outros assuntos de interesse associativo.
Serviço: evento na sede da Asaalep, às 10 h (rua Voluntários da Pátria, 475, 10º, sala 1012 – centro de Curitiba)

JORNAL DIGITAL AQUI

Já está circulando a edição brasileira do jornal digital de origem norte-americana “Huffington Post”. O site, que junta notícias produzidas por blogueiros com formação profissional em jornalismo, vai operar no Brasil em parceria com o grupo Abril (revistas Veja, Exame, etc). Além dos Estados Unidos a publicação eletrônica tem edições no Canadá, países da Europa e planeja chegar à Índia até maio próximo.

FICARAM DE FORA

Os vestibulandos aprovados para o curso de Jornalismo da Universidade Federal do Paraná não serão matriculados se o MEC não voltar atrás no descredenciamento do curso até fevereiro. Uma delegação da UFPR se encontra em Brasília tentando reverter a medida de suspensão adotada em dezembro passado, sob a justificativa de falta de requisitos básicos para o funcionamento do curso. A Universidade alega já ter adotado as melhorias recomendadas – o que pode resultar na validação desse programa tradicional de formação de profissionais de imprensa.

CRISE DE FUNDAMENTOS

Para Ian Buruma, professor da Universidade de Bard, nos Estados Unidos, a era digital transformou o jornalismo da forma mais radical entre os pilares da vida social nas democracias. Com o acesso à internet “diminuiu a autoridade da imprensa”, porque as redes sociais se tornaram “o reino das opiniões, dos desabafos, dos diários disfarçados de notícia”.
Buruma lamenta que “os filtros se foram, há de tudo no mesmo saco: reportagens de alta qualidade, opiniões de todos os naipes e importância, polêmica gratuita – tudo dividindo o mesmo espaço”. Para ele o papel do profissional é a capacidade de interferir na preparação dos conteúdos, para selecionar o que tem importância e assim facilitar a informação ao leitor.

FALTA DE PAPEL

A propósito, o desdobramento da migração do meio impresso para a era digital está levando à redução do consumo de papel para impressão nos países desenvolvidos. Grupos industriais estão fechando fábricas de papel na Escandinávia, França e Estados Unidos. Enquanto isso a imprensa da Venezuela enfrenta problema oposto: como o produto é importado, o governo restringe a liberação de divisas para a compra de papel de imprensa, o que ameaça a publicação dos jornais – forma indireta de censura contra a mídia oposicionista.

E AINDA, PERSEGUIÇÃO

Na Argentina o grupo editorial Clarin iniciou nesta semana a divisão de seus ativos em redes de televisão, em decorrência de pressão do governo local contra a imprensa independente; no Equador um conhecido jornalista – Fernando Villavicencio – foi vítima de intimidação por parte do governo populista de Rafael Correa.
Porém a situação mais grave vem ocorrendo na China, onde se registra uma escalada de controle por parte do governo. Os profissionais terão que se submeter a um exame de conhecimentos marxistas para trabalhar na mídia estatal, enquanto repórteres de publicações estrangeiras enfrentam dificuldade para manter seus vistos de permanência.
Entre eles estão o jornal The New York Times e a agencia Bloomberg News, que tiveram os vistos de seus enviados cancelados após terem publicado matérias sobre enriquecimento de hierarcas da administração local. Um repórter, Austin Ramzy, do NYT, foi obrigado a deixar o país, por suposta violação das normas do seu visto de residência: ele deixou o jornal e se transferiu para a revista Time, porém não avisou as autoridades sobre a mudança de emprego a tempo de o pedido ser analisado. 

Rafael de Lala, Presidente da Diretoria
Hélio Freitas Puglielli, Diretor de Assuntos Culturais.

Ret. API – Boletim Cultural API – 28jan14

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *